COMPARTILHAR

Atividades visam engajar a sociedade na luta pelo fim da discriminação e preconceito racial

 

 

O Mês da Consciência Negra, marca importante da mobilização social em todo o país na luta pelo fim da discriminação e preconceito racial, será comemorada em Itaúna com uma série de atividades. A iniciativa é do Centro da Juventude, que é vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social e preparou uma programação repleta de atrações, com a proposta de chamar a atenção para a necessidade do combate às desigualdades e a inserção dos afrodescendentes.

 

 

Para a abertura, na segunda-feira, 19 de novembro, foi reservada a exibição do documentário “Sabotage: O Maestro do Canão”, às 19 horas, no Teatro Vânia Campos. O filme conta a história de Mauro Mateus, que cresceu em meio à pobreza, na cidade de São Paulo, encontrando no rap um modo para mostrar a dura realidade das pessoas que estão nas camadas mais baixas da sociedade.

 

 

Na terça-feira, 20, às 08h, desfile com o tema “Lutar, Resistir e Empoderar”, na Escola Estadual de Itaúna. Já na sexta-feira, 23, o Centro da Juventude oferecerá oficina de grafite, com Fred, da Nação Hip Hop, 10h, além de discotecagem, com músicas afro-brasileiras, 19h. O encerramento, no dia 29, a partir das 19h, terá palestra e debate sobre religiões de matriz africana e apresentação do espetáculo “Ó Paí Ó”.

 

 

Portas abertas para a cidadania

O Centro da Juventude funciona na Praça de Esportes JK, no bairro Cerqueira Lima. O espaço foi inaugurado pela atual administração, no fim de agosto, com as portas abertas para reuniões, ensaios de grupos teatrais, de música e dança, encontros para debate sobre temas variados, entre outras atividades. Mais informações pelo telefone 3242.7192.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.