COMPARTILHAR

gest¦o-e-cia11Se olharmos do ponto de vista técnico, devemos verificar dois ambientes: o interno e o externo. No ambiente externo encontramos crises, ameaças, mas também oportunidades e outras variáveis nem sempre controláveis.

 
Na atual conjuntura, várias pessoas olham somente para o ambiente externo, focando e muito a denominada “crise de 2015”. Neste ano, precisamos mesmo é olhar para o ambiente interno, olhar para dentro de nós mesmos, enxergar nossos pontos fortes e fracos e não somente as ameaças que nos rodeiam.

 
Quando paramos para fazer uma auto avaliação, nos deparamos com várias barreiras internas, sentimentos, obstáculos e crenças que colocamos ou foram colocadas na nossa mente e que ali se fixaram ao longo dos anos. Tais crenças podem nos cegar, paralisar nossos sonhos e nos deixar estagnados na vida. Neste caso, precisamos tomar uma atitude, tomar uma ação de mudança. O que não podemos é querer fazer sempre do mesmo modo e esperar resultados diferentes e surpreendentes!

 
Para termos um 2015 acima da média, independente de crise ou não, precisamos ter uma vida com propósitos. E propósito pode ser considerado um alvo, um objetivo, uma intenção, um plano, uma meta.

 
A partir deste contexto, precisamos definir objetivos de sucesso, enxergar o que vai ter que acontecer na nossa vida e nos esforçar para que realmente aconteça. Talvez você tenha objetivos definidos na sua cabeça, mas cuidado, existem objetivos que estão destinados ao fracasso. Os objetivos fracassados são aqueles que nunca serão alcançados e os objetivos de sucesso são aqueles que podem ser alcançados.

 
Sempre escrevo meus artigos de forma secular, mas desta vez vou fazer uma abordagem diferente, no âmbito espiritual (não sou especialista, nem teólogo, mas um simples cristão que busca maturidade espiritual).

 
Portanto meu caro, tome uma atitude! Faça seu projeto pessoal para 2015 e defina seus propósitos. Responda os seguintes questionamentos abaixo com as devidas referências bíblicas para reflexão e exercício de sua fé:

 
Quais são os objetivos que você deseja? (Mateus 6:33) Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas;

 
Quais são os objetivos profissionais? (Provérbios 8:18) … comigo estão riquezas e honra, prosperidade e justiça duradouras… (Provérbios 8:21) concedendo riqueza aos que me amam e enchendo os seus tesouros;
Quais são os acertos financeiros que você precisa fazer? (Filipenses 4:19) O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus;
Você necessita de uma restauração familiar e emocional? Salmos 68:6 Deus faz que o solitário viva em família; liberta os presos e os faz prosperar;

 
Qual(ais) restituição(ões) de perdas você necessita? Joel 2:25 Vou compensá-los pelos anos de colheitas que os gafanhotos destruíram…

 
Qual(ais) a(s) cura(s) divina que você necessita? I Pedro 2:24 Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.

 
Quais os objetivos espirituais que você deseja? Efésios 1:13 Nele, quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados com o Espírito Santo da promessa.
Após a reflexão, formalize: “Eu, ____________ declaro que assumo o compromisso de chamar a existência diariamente todos os meus propósitos (objetivos) para 2015 e me empenharei para o bom êxito deste projeto vitorioso.
Que 2015 seja um ano promissor e de sucesso para você. Que você rejeite as velhas tendências de aceitar menos do que você merece na sua vida!

COMPARTILHAR
Renato Chaves é especializado em Gestão e Tecnologia da Qualidade pelo CEFET-MG e graduado em Administração; Profissional especializado em Gestão, com experiência de 15 anos em Coordenação, Consultoria, Assessoria e Treinamento em Estratégia, Qualidade, Produtividade e Sistemas de Gestão; Sócio Diretor da RCM Consultoria & Assessoria Ltda; Examinador do PMQ – Prêmio Mineiro da Qualidade Ciclo 2006; Associado da UBQ – União Brasileira para a Qualidade/MG; Coautor dos Livros Vendas & Atendimento e Liderança Estratégica da Editora Leader.