COMPARTILHAR

dilma-15O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou nesta quarta-feira (4) que a presidente Dilma Rousseff se comprometeu a discutir todas as futuras medidas provisórias, projetos de lei e medidas do governo com os líderes da base aliada no Congresso Nacional.

 
Costa participou de reunião no Palácio do Planalto com a presidente e com líderes partidários da base aliada no Senado e na Câmara.

 
“[A presidente Dilma] assumiu o compromisso de que todas as medidas provisórias, projetos de lei, e até mesmo medidas do governo que não tenham necessidade de se transformar em lei serão discutidas previamente com os líderes de sua base no Congresso Nacional, a exceção daquelas que possam impactar de imediato, diretamente o mercado financeiro”, disse o petista ao chegar no Senado.

 

 

Segundo o líder do PT, Dilma também falou com os parlamentares sobre os motivos de o governo apresentar medidas de ajuste fiscal e indicou novas ações que serão adotadas para a retomada do crescimento econômico e das políticas sociais do governo.
“É um conjunto de medidas que serão bem recebidas pela sociedade”, afirmou Costa, ao citar o plano de estímulo à exportação, projetos na área educacional e uma nova etapa do programa Minha Casa, Minha Vida.

 
Durante a entrevista, o senador também comentou a devolução da medida provisória pelo Congresso Nacional ao governo. Para Costa, mesmo que o texto tenha sido rejeitado por Renan Calheiros, é “evidente que as medidas estão corretas”.

 
“Ficou evidente que as medidas estão corretas, não se está eliminando o estímulo que foi dado. O governo abriu mão de R$ 25 bilhões da sua receita e, com essa medida, quer recuperar apenas R$ 12 bilhões. Portanto, ainda é uma grande vantagem”, explicou.

 
“Essa é uma discussão que precisa ser feita aqui, para que os parlamentares entendam que estamos fazendo ajuste, uma transição para retomar o crescimento”, concluiu Humberto Costa.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.