COMPARTILHAR

applewatch2Em evento de lançamentos de produtos e serviços da Apple, nesta segunda-feira (9), em Cupertino, no estado americano da Califórnia, foi anunciada a data de lançamento do Apple Watch, que chega às lojas no dia 24 de abril. A pré-venda do Apple Watch acontecerá a partir de 10 de abril na Alemanha, Austrália, Canadá, China, EUA, França, Hong Kong, Japão e Reino Unido. Ainda não há informações sobre venda no Brasil.

 

 

Há três modelos disponíveis. O Apple Watch Sport custará a partir de US$ 349, podendo chegar a US$ 399, a depender do tamanho. Já a versão intermediária, chamada apenas de Apple Watch custa a partir de US$ 549, podendo chegar a US$599 no modelo mais avançado.

 
No entanto, há o Apple Watch Edition, que, em vez de aço inoxidável, é feito de ouro de 18 quilates. O modelo de entrada, com pulseira esportiva, sai por US$ 10 mil, podendo chegar a US$ 15 mil na versão maior e com pulseira com detalhes em ouro.
Os três modelos de Apple Watch chegarão com sistema operacional iOS 8.2.

 
Essa versão do sistema foi liberada nesta segunda para os usuários, e já pode ser baixada por donos de aparelhos compatíveis.
Tim Cook, CEO da empresa disse que será possível atender ligações com o relógio, já que o dispositivo possui microfone e alto-falante embutidos, além de ler e responder e-mails diretamente na tela. Em relação à saúde, o relógio informará no início da semana como você se exercitou, e estipula novas metas. “É como ter um treinador no seu pulso”, disse Cook.

 
Cook contou que será possível receber qualquer notificação do iPhone direto no Apple Watch, incluindo aplicativos de redes sociais, notícias e esportes. Ele acrecentou que é possível usar o Apple Watch para fazer pagamentos por meio do Apple Pay, mas é necessário um iPhone para que o recurso funcione. Os modelos suportados são a partir do iPhone 5 e o iPhone 5C.

 
Para responder mensagens, não surge na tela um tecladinho minúsculo. Há respostas prontas disponível (como “OK” e “Estou a caminho”) e é possível usar a voz para enviar gravações ou ainda escrever por meio da função ditado.

 

O Apple Watch já havia sido apresentado em setembro do ano passado. O acessório foi mostrado no mesmo evento em que a empresa anunciou seus dois novos iPhones, o 6 e o 6 Plus, com display maior.

 
O relógio só funciona em conjunto com um iPhone. Os modelos compatíveis são iPhone 5, 5C, 5S, 6 e 6 Plus.

 
O aparelho tem dois tamanhos e pode ser personalizado pelo usuário para mostrar ponteiros diferentes, inclusive um do Mickey.

 
Ele tem tela quadrada, mas cantos arredondados, mostrando um design melhor do que os concorrentes da Samsung. Ele é tão bonito quanto o Moto360, da Motorola.

 
Ele tem em três modelos: o tradicional Apple Watch, uma versão esporte, mais resistente, principalmente nas pulseiras, e o Watch Edition, que é feito de ouro 18 quilates. Diferentemente dos concorrentes, o Apple Watch tem um botão rotativo, como de relógios comuns, que permite acessar aplicativos.

 
No app de mapas, por exemplo, este botão dá zoom. Ao ver mensagens, ele roda as mensagens. Ao pressionar este botão, ele faz o Apple Watch voltar para a tela inicial, que apresenta apps e funções em pequenas bolas.

 

Novo MacBook
No evento, também foi anunciado o novo MacBook. Ele é 24% mais fino, com 13,1 mm de espessura. O notebook é o mais leve da Apple, com 0,9 kg. A tela de retina é de 12 polegadas, com resolução de 2304×1440 pixels. Ele chega às lojas nos Estados Unidos em abril. Ainda não há previsão para lançamento no Brasil.

 
Este é o primeiro MacBook da Apple sem nenhum tipo de ventoinha. Ele chega com o processador Intel Core M, de quinta geração, consumindo apenas 5 watts de energia.

 
O vice-presidente de marketing da Apple, Phil Schiller disse que a bateria do novo Mac dura até 10 horas. Além da entrada de fone de ouvido, o novo MacBook possui apenas um conector “USB-C”, capaz de suportar conexões USB, DisplayPort, de energia, HDMI e VGA. O notebook sai em 3 cores: prata, cinza espacial e dourado.

 
De acordo com a Apple, em 10 anos, o mercado teve queda de 2% na compra de notebooks, mas a venda de Macs cresceu 21%. “Pegamos o que aprendemos sobre o desenvolvimento do iPhone e do iPad para nos desafiarmos a reinventar o notebook”, disse Cook.

 
HBO NOW
Antes, Richard Plepler, CEO da HBO, anunciou uma parceria da Apple com a empresa. Ele falou do HBO NOW, um serviço de streaming exclusivo da Apple, com todo o catálogo deles, por 15 dólares por mês. Além de disponível para Apple TV, o serviço poderá ser acessado também pelo iPhone, iPad e iPod Touch. Ainda não há informações sobre lançamento no Brasil.

 
“Esse é um momento de transformação para a HBO”, disse Plepler. “A Apple TV se tornou um líder de categoria, com 25 milhões de unidades vendidas. Hoje, estamos baixando o preço para US$ 69”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “Se você ainda não tem uma, agora é o momento”, completou Cook.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.