COMPARTILHAR

 

xiaomi-redmi-note-4-g1A Xiaomi, conhecida como “Apple chinesa”, anunciou nesta segunda-feira (14) a data em que desembarca oficialmente no Brasil: 30 de junho.

 

 
Nesse dia, a fabricante de smartphones revelará quais produtos começará a vender e como será a forma de comercialização. Na China, onde a empresa desbancou a Samsung e se tornou a maior vendedora de celular inteligente, as vendas ocorrem apenas pela internet.

 
O evento realizado em São Paulo contará com a presença do brasileiro Hugo Barra, vice-presidente de expansão internacional da Xiaomi e que coordena as investidas da empresa para além de seu mercado local. Ele deixou em 2013 o Google, onde liderava o desenvolvimento do Android, especialmente para a missão.

 
A Xiaomi ainda não comercializa nenhum smartphone no Brasil. A empresa, no entanto, já possui autorização para tal. Em dezembro do ano passado, a Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel) liberou as vendas no Brasil do primeiro smartphone da companhia, o Redmin Note 4G.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.