COMPARTILHAR

Ao sul da encosta, abaixo do entroncamento das Serras Três Irmãos e Ouro Fino, pertencente à Paraopeba, distrito de Brumadinho, está Casa Branca; um povoado com uma fascinante beleza natural e cheia de atrações para todos os gostos. O povoado possui uma fauna bem diversificada composta por pássaros, répteis, além de belíssimos exemplares na flora local, como as quaresmeiras e canelas de ema. A região possui ainda uma rica rede hidrográfica, ruínas históricas e povoados antigos. A natureza local é bastante diversificada e é formada pela mata atlântica, campos rupestres, cerrados; lá é possível apreciar também as cachoeiras que têm contribuído bastante para o aumento do turismo no lugar. A riqueza paisagística e recursos ambientais são favoráveis para a prática de ecoturismo e isso fez com que aumentasse consideravelmente o número de pousadas e restaurantes no local. Em relação a lazer e esportes radicais Casa Branca se revela um ótimo lugar para a prática de rapel, arvorismo, natação, ciclismo, tênis, futebol, vôlei, caminhadas, golfe, motocross, camping selvagem, cavalgadas e outros.

Nas localidades próximas ao povoado de Casa Branca há outras opções de diversão, por exemplo, em Brumadinho (município ao qual o povoado pertence) tem uma vez ao ano a Country Fest; em Nova Lima tem o Congado de Nossa Senhora do Rosário; em São Sebastião das Águas Claras (Macacos) tem rodas de samba em bares, haras, festa de São Sebastião e muitos happy hours nos fins de semana; em Rio Acima tem Lual do Rock, campeonatos e Festas; em Moeda tem prática de Vôo livre, atividade que mais chama a atenção dos jovens; e em Piedade do Paraopeba tem a festa religiosa Jubileu de Nossa Senhora da Piedade do Paraopeba que reúne devotos de todo o Estado.

HISTÓRIA DE CASA BRANCA

A origem da região Casa Branca remota às Bandeiras, nos séc. XVII e XVIII com a ocupação do Vale do rio Paraopeba, surgindo então o Povoado de Piedade do Paraopeba. Com o fim do ciclo do ouro, a região ficou mergulhada num total abandono até o séc. XX. Com o crescimento da mineração de ferro e a expansão da Estrada de Ferro Central do Brasil, cuja Estação Brumadinho foi inaugurada em 1917, fez com que surgissem os primeiros comerciantes e escolas da região. Atualmente, Casa Branca tem crescido muito, principalmente com a implantação de condomínios e loteamentos no seu entorno, para servir de segunda residência para pessoas da classe média e alta de Belo Horizonte. Os mais importantes são: Recanto do vale I e II, Recanto da Aldeia, Parque das Águas I e II, Quintas de Casa Branca, Bairro jardim Casa Branca, Parque das Andorinhas e Aldeia da Cachoeira das Pedras. É importante lembrar também a presença de quatro unidades de conservação na região: Parque Estadual da Serra do Rola Moça, Área de Proteção Ambiental Sul – APA Sul, a Área de Proteção Especial Catarina – APE Catarina e a Reserva Particular do Patrimônio Natural Sítio Grimpas – RPPN Sítio Grimpas.

Texto: Liliane Martins (desvendar.com)

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.

Comments are closed.