COMPARTILHAR

Além da iniciativa, outras ações são realizadas ao longo do ano para evitar a proliferação do mosquito nas áreas da empresa

 

 

As altas temperaturas e as chuvas rotineiras, típicas do verão, são fatores que favorecem a proliferação do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya, e que pode também ser o causador do tipo urbano da febre amarela – quando o mosquito pica uma pessoa doente e, infectado, leva a doença a uma pessoa saudável que não foi vacinada. Pensando nisso e tendo como objetivo combater os focos, tanto no ambiente de trabalho como em casa, a Usiminas em parceria com a Fundação São Francisco Xavier, está desenvolvendo uma campanha envolvendo os empregados de todas as unidades do grupo.

 

 

Na Mineração Usiminas, a iniciativa vem ao encontro de outras ações que são tomadas ao longo de todo ano, já que, rotineiramente, grupos de empregados percorrem todas as áreas da empresa, realizando uma inspeção a procura de locais onde pode ocorrer a proliferação do Aedes aegypti. Com o tema “Zika, dengue, chikungunya: Esse mosquito pode matar. Faça sua parte!”, a campanha mais atual contou com cartazes, outdoors, matéria na Intranet e com uma blitz educativa, feita pelos próprios colaboradores, que distribuíram folders e realizaram uma abordagem de conscientização com os colegas de trabalho.

 

 

 

O técnico de Processos Elias Ronaldo Policarpo foi um dos empregados que auxiliou na condução da blitz educativa. Ele acredita que os comportamentos das pessoas dentro da empresa são reflexos das condutas dentro de casa. “Considero fundamental desenvolver a consciência sobre a importância do combate aos focos do mosquito no ambiente de trabalho para que as atitudes sejam estendidas também para o ambiente doméstico. Todos temos um papel importante nesta luta e, com pequenas atitudes, podemos mudar a nossa realidade”, afirma Elias.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.