COMPARTILHAR

Prefeitura inicia fase de estudos do projeto e aguarda aval do Codempace para iniciar as obras

 

A Prefeitura de Itaúna iniciou esta semana, três dias após a entrega da Capela do Bonfim à sociedade, o projeto de construção do altar-mor do templo, destruído por um incêndio em 2014.

 
Não contemplado no plano de ações elaborado em 2016 para recuperação do patrimônio, o altar será erguido em consonância com as características originais da igrejinha, edificada em 1853.

 
O projeto está em fase de estudos e, quando concluído e aprovado, poderá ser executado com recursos do ICMS Cultural, destinado aos municípios para, assegurar, entre outros objetivos, a conservação do patrimônio histórico. Para isso, é necessária a aprovação do orçamento junto ao Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Artístico, Cultural e Ecológico de Itaúna – Codempace.

 
“A Prefeitura está prestes a empossar a nova diretoria do Codempace, eleita com participação ativa da comunidade. A partir da análise do órgão, será possível viabilizar os recursos que já se encontram em caixa. Iniciar esse processo agora, significa ganhar tempo e reforça o compromisso do governo em devolver um patrimônio reconstruído aos itaunenses”, analisou o gerente de Cultura, Guto Aeraphe.

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.