COMPARTILHAR

Horário ampliado de atendimento à população, até as 20 horas, reforça imunização

 

A Prefeitura de Itaúna estendeu o horário de atendimento em todas as unidades de saúde do Município até as 20 horas de terça-feira, 06 de fevereiro, com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal contra a Febre Amarela. E a população respondeu positivamente. A mobilização levou 1.356 itaunenses aos postos de Unidade de Saúde da Família – ESF, para atualizar a caderneta de vacinação. Em 790 pessoas foi identificada a necessidade de aplicação de doses do imunobiológico.

 

 

O funcionamento estendido para imunização foi recomendado pela Secretaria Municipal de Saúde às 22 unidades, incluindo o Posto Central, que recebeu a demanda da população que vive em zona rural. A estratégia é mais uma ação para controle da doença.

 

 

“A Prefeitura iniciou em janeiro a busca ativa na zona rural, com visitas domiciliares e imunização das pessoas sem registro de vacinação contra a Febre Amarela. As ações agora são concentradas na zona urbana. Desde semana passada todas as unidades tiveram momento de saúde do trabalhador para reforçar a cobertura vacinal, com ampliação no horário de atendimento, para atender quem não pode buscar pelos serviços durante o expediente”, explicou a secretária-adjunta de Saúde, Vanésia Bernardes.

 

 

A procura da população pela vacina foi considerada satisfatória. “A resposta foi muito positiva. Todas as unidades tiveram muito movimento. E, a gente aproveita para reforçar sobre a necessidade de vacinar. A imunização é a forma mais segura de se proteger contra a Febre Amarela”, completou Vanésia.

 

 

A aplicação do imunobiológico é avaliada por profissionais da saúde para as pessoas com mais de 60 anos, gestantes e lactantes. Durante o Dia D, o reforço nas estratégias de vacinação contou com a presença de médicos em todas as unidades de saúde. No bairro Cidade Nova, o clínico Délio Tarabal tirou as principais dúvidas dos pacientes. “Quem vacinou no ano passado ou em algum outro período não precisa se preocupar. De acordo com o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde uma dose é eficaz para proteger a pessoa por toda a vida”, explicou.

 

 

A população elogiou o horário ampliado para atendimento. “Achei maravilhoso. A gente que trabalha o dia todo e não pode procurar as unidades de saúde em horário comercial. Só temos a agradecer a atenção da Secretaria Municipal de Saúde com a população”, afirmou a trabalhadora, que procurou a imunização no Cidade Nova. Outras 109 pessoas fizeram o mesmo no bairro. A unidade de Saúde Maria Cândida da Silva registrou a maior procura pela vacina durante o Dia D. Conforme dados do Setor Municipal de Epidemiologia, 110 usuários da rede pública foram imunizados no local. “Registramos ainda o atendimento médico e especializado a 180 pacientes que tiveram os cartões de vacinação conferidos. Em 70 casos, a aplicação não foi necessária, já que a dose única protege o indivíduo por toda a vida”, reforçou a referência técnica em imunização, Idamyana de Oliveira Ferreira.

 

 

Para os médicos que fazem o atendimento diário da população, as estratégias de combate e controle da doença são satisfatórias em Itaúna. “A procura pela vacina está muito grande. A população está consciente. E, todos os profissionais médicos e enfermeiros estão preparados nas unidades de saúde para atender a todos e aplicar as doses nos casos necessários”, completou Délio Tarabal.

 

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHAR
Matéria enviada ao Portal Notícias de Itaúna. As matérias enviadas e publicadas no Portal Notícias de Itaúna não refletem necessariamente a opinião do nosso Portal de Informações e são de inteira responsabilidade das pessoas que as assinam.